in

Diferentes formas de organização da produção

Presente em toda a história do ser humano, a vida em sociedade acaba por  gerar diferentes modos de organização da produção. Desde a Roma Antiga até os dias atuais, os modos de produção estão presentes nas relações interpessoais.

A organização desses meios de produção se baseia na composição socioeconômica entre as forças produtivas e as relações de produção. De forma mais simplificada, seria como são produzidos, distribuídos e utilizados os bens para consumo e serviços.

É preciso entender, em primeiro lugar, que nenhum modo de produção acontece sozinho. Em dado momento da história, um modo pode se sobressair. Porém, esses modos sempre estarão associados.

Um dos primeiros modos de produção que existe é o primitivo. Esse modelo econômico e social engloba o período desde o surgimento da sociedade humana. Nesse sistema, os homens trabalhavam juntos e, desta forma, o que era captado com o trabalho era de todos.

Outro sistema de organização de produção é o escravista. Esse modelo ficou marcado pelo domínio de um pequeno grupo de senhores. Eles eram os donos das terras e instrumentos de produção, assim como eram donos dos escravos. Os escravos, por sua vez, não possuíam nenhum direito. Eles eram considerados apenas ferramentas de trabalho, assim como os animais.

Feudalismo e capitalismo

O feudalismo, ou modo de produção feudal, existia dentro da relação entre senhores e servos. Os servos não eram os donos da terra e, por isso, trabalhavam para os senhores em troca de casa e comida. Eles plantavam um pouco para eles próprios e o resto para os senhores.

Um dos modos de produção mais conhecido é o capitalismo. Ele é caracterizado pela troca da força de trabalho das pessoas por um salário. Essa relação fica demarcada pelo conflito de classes entre a burguesia e o proletariado.

Nessa relação a burguesia entra com os meios para que aconteça a produção, e o proletariado com a força de trabalho. Uma das características mais marcantes do capitalismo é a busca incessante pelo lucro.

O capitalismo possui quatro diferentes fases durante a história. A primeira é marcada pelo início das relações capitalistas, mas ainda com predominância do feudalismo. A segunda é conhecida como capitalismo comercial, onde a maior parte do lucro está centrada nos comerciantes. O trabalho assalariado passa a ganhar força.

Já a terceira etapa é denominada de capitalismo industrial. O investimento nas indústrias se torna maior e esse setor da economia passa a se destacar após a revolução industrial. O trabalho assalariado se consolida de vez. Enquanto isso, na quarta fase, existe a predominância dos bancos e instituições financeiras, que controlam as outras atividades.

Dicas Enem

Para você que vai prestar o Enem, fique atento a essas outras duas formas de organização de produção:

Um modelo de produção que teve grande impacto durante o século XX, principalmente na Índia, Egito, China e África, foi o modelo de produção asiática. Esse modelo era uma cadeia de hierarquias.

Classes superiores pressionavam classes subalternas para entregar toda a produção. Desta forma, os escravos eram forçados pelos camponeses, que por sua vez, eram pressionados pelo Estado para repassar toda a produção conseguida.

Outro modelo que também teve certa influência durante a história é o socialismo. Esse modelo tem como base econômica que a propriedade dos meios de produção é social, ou seja, não tem um dono.

Essa relação prega que não existe separação entre o patrão, dono do capital, e os empregados, que possuem a força de trabalho. Esse sistema busca fazer com que não aconteçam diferenças sociais. Assim, todas as necessidades culturais e materiais da população devem ser atendidas.

Em suma, os modos de produção são a relação entre as forças produtivas mais as relações de produção. Esses modelos abrangem todos os aspectos socioeconômicos que as sociedades apresentam.

O que você achou?

Escrito por Redator Especialista em História

Redator especialista em História no Guia do Ensino.

Caso encontre um erro, violação de direitos autorais ou queira enviar um feedback/sugestão, utilize o e-mail: [email protected] para contato.

Comentários

Deixe uma resposta

Carregando...

0

O trabalho assalariado no campo e as lutas sociais

Veja as aplicações da função algébrica do 2º grau