in

Quando usar o por que, porque, por quê e porquê?

Você já deve ter se perguntado: quando usar o por que, porque, por quê e porquê. Provavelmente, essa dúvida já lhe atormentou pelo menos uma vez durante sua vida. Além disso, muitas pessoas ainda têm dificuldades em fazer a escolha certa no momento da escrita. Sendo assim, nesse post vamos lhe auxiliar a desmistificar essa questão.

Tire agora todas as suas dúvidas e acompanhe nossas dicas para memorizar o uso correto dos porquês.

Quando utilizar cada um dos “porquês”

Em primeiro lugar é importante ressaltar que, para empregar corretamente os “porquês” em cada caso, é crucial compreender onde se aplica cada um dos tipos. Então, vamos conferir:

Porque

O porque junto e sem acento é utilizado na norma culta para dar respostas e em frases afirmativas. Sendo assim, funciona como uma conjunção, ligando duas orações e explicando a relação de causa existente entre elas.

Por exemplo:

“Ele não foi porque estava doente”.

Veja que “porque estava doente” é a oração que indica a razão pela qual ele não foi.

“Ela não viajou porque não tinha dinheiro”

Neste caso, ainda podemos substituir por “já que” ou “visto que”.

Porque o cachorro era muito grande, as pessoas tinham medo”

Neste caso, podemos substituir o “porque” pelo “como”.

Por que

Quando usar o por que? O “por que”, separado e sem acento, no entanto, é utilizado em duas ocasiões. A primeira é para fazer perguntas. A segunda é para realizar uma relação com um termo anterior na mesma oração.

Por exemplo:

Por que você faltou ao curso ontem?

Por que ele está nervoso?

Nestes casos introduz uma pergunta.

Ou então,

“Os obstáculos por que passei foram difíceis”

Neste caso o “por que” é utilizado para relacionar termos na mesma oração e, além disso, ligar duas orações.

Porquê

O “porquê” junto e com acento é sinônimo de motivo ou razão, mas também funciona como substantivo. Aparece sempre antes do pronome “o”.

Por exemplo:

Não entendo o porquê dela não vir.

Este é o porquê de eu preferir viajar de carro.

Por quê

E concluindo o “por quê”, separado e com acento, é utilizado para fazer perguntas, mas neste caso só aparece no final de frases interrogativas.

Por exemplo:

Ele não veio ontem, por quê?

Você não vai mais viajar, por quê?

Esse “por quê” também pode ser encontrado em perguntas indiretas, onde não temos o ponto de interrogação.

Por exemplo:

Ele não veio, e eu não sei por quê.

Fique atento

Por isso, você precisa saber que quando usar o por que ou outro formato, é possível utilizar algumas substituições.

Para facilitar ainda mais o seu entendimento, veja como você pode substituir cada um dos “porquês”:

“Porque” pode ser substituído por: pois, uma vez que, já que, visto que e como.

Por exemplo:

Não fui porque estava doente

Não fui pois estava doente

“Por que”, na função interrogativa, ou seja quando introduz uma pergunta pode ser substituído por: Que motivo, que razão, qual razão;

Por exemplo:

Por que você está chateado?

Qual razão de você estar chateado?

“Por que”, na função de ligação, pode ser substituído por: por qual, por quais, pelo qual, pela qual, pelos quais ou pelas quais.

Por exemplo:

Os problemas por que passei me fortaleceram.

Os problemas pelos quais passei me fortaleceram.

Porquê, pode ser substituído por: motivo, causa ou razão;

Por exemplo:

Não entendo o porquê dela não vir – Não entendo o motivo dela não vir.

Por quê, pode ser substituído por: por qual razão, por qual motivo

Por exemplo:

Ele não veio, por quê?

Ele não veio por qual razão?

Dicas Enem

Quando usar o por que, por quê, porque e porquê? O uso dos porquês é muito recorrente nas avaliações do Enem. Por isso, acompanhe o resumo a seguir:

  • Por que = Empregado no início das perguntas.
  • Por quê? = Empregado no fim das perguntas.
  • Porque = Empregado nas respostas.
  • O porquê = Empregado como um substantivo.

Exercício resolvido:

1. Assinale a frase em que o uso do “por que” está errado.

  • a) Você sabe por que ela foi embora?
  • b) Por que você quer saber isso?
  • c) Essa decisão foi tomada por que?
  • d) Alguém sabe por que estamos aqui?

Resposta correta: Letra “c”. Neste caso o emprego correto seria “por quê”.

Fonte: Normaculta.com.br

Em resumo, não é assim tão difícil identificar qual “porquê” utilizar em cada oração. Então, esperamos que nossas dicas tenham lhe auxiliado. Até a próxima!

O que você achou?

Escrito por Redator Especialista em Língua Portuguesa

Redator especialista em Língua Portuguesa.

Caso encontre um erro, violação de direitos autorais ou queira enviar um feedback/sugestão, utilize o e-mail: [email protected] para contato.

Comentários

Deixe uma resposta

Carregando...

0

Entenda como foi a criação do sistema de fábrica na Europa

Sistemas gasosos: conheça mais sobre a Lei dos Gases