in

Pronomes: tire todas as suas dúvidas sobre o uso nas orações

Além das classificações, os pronomes também podem ser divididos em substantivos e adjetivos.

homem escrevendo

No português, além das diversas regras de acentuação e de conjugação de verbos, há também 10 classes gramaticais. Por consequência, elas são conhecidas como classes de palavras ou classes morfológicas. São elas: interjeição, conjunção, preposição, advérbio, verbo, numeral, pronomes, adjetivo, artigo e substantivo

Portanto, vale ressaltar que dentre todas essas que foram mencionadas acima, seis são variáveis. Desse modo, isso quer dizer que sofrem flexão quanto ao grau, número ou gênero, como é o caso dos pronomes, o principal foco deste conteúdo. 

Logo, se você tem alguma dúvida na hora de determinar se uma palavra é ou não um pronome com certeza está no lugar certo.

Afinal de contas, aqui você conseguirá aumentar bastante os seus conhecimentos e no final de tudo ainda testar se realmente foi capaz de compreender o assunto colocando em prática alguns exercícios. Assim, tenha uma boa leitura! 

Afinal, o que são os pronomes?

Para começar, nada melhor do que entender de fato o conceito de pronome, certo? Nesse sentido, vale ressaltar que os pronomes são aquelas palavras que acompanham ou até mesmo substituem um substantivo – nome – definindo o seu significado. 

Sendo assim, é importante deixar claro que o pronome é a maior classe de palavra que se conecta ao substantivo. Assim, ele é capaz de modificar e substituir o nome, como já mencionado, além de fazer referência a uma das pessoas de um determinado discurso. 

Dessa forma, como essa classe de palavras está diretamente ligada ao substantivo, isso quer dizer que ela sofre algumas variações de acordo com o nome. Sendo assim, veja a seguir as principais, entre elas: 

Gênero: esse tipo de variação do pronome concorda com os substantivos. Exemplos:

“O menino brincava em casa, ele jogava bola com os amigos”

“A menina estava na escola, ela estudava com sua melhor amiga”. 

Quantidade: nesse caso o pronome concorda em número com o substantivo que acompanha ou substitui. Exemplos:

“Maria foi muito bem na prova, ela é estudiosa”

“Maria e Ana foram muito bem na prova, elas são estudiosas”. 

No geral, há diferentes tipos de pronomes, sendo eles:

  • indefinidos;
  • relativos;
  • interrogativos;
  • demonstrativos;
  • possessivos;
  • pessoais.

Entretanto, além dessa classificação os pronomes também podem ser divididos em substantivos e adjetivos. Não é por acaso, portanto, que é algo bastante confuso para muitas pessoas. 

Classificação dos pronomes

Então, agora que você já entendeu o conceito dos pronomes, é hora de conferir como essa classe de palavras é classificada. Portanto, nesse momento não deixe de prestar bastante atenção, isso porque esse é um assunto bastante cobrado nos mais diferentes tipos de provas. 

1. Pessoais

Os pronomes pessoais são aqueles responsáveis por substituir os substantivos, indicando diretamente as pessoas do discurso. Algo importante de ser ter em mente é que esse tipo de pronome se subdivide em: 

  • Pronomes pessoais do caso reto: aqueles que exercem a função de sujeito ou predicativo do sujeito na frase (exemplo: Nós lhe demos presentes);
  • Pronomes pessoais oblíquos: aqueles que exercem a função de complemento verbal ou nominal na frase (exemplo: Ofertaram-nos presentes).

2. Possessivos

Já os pronomes possessivos são aqueles que indicam uma relação de posse, ou seja, mostra que algo pertence a alguma das pessoas do discurso.

Esses pronomes são: meu, minha, meus, minhas, teu, tua, teus, tuas, seu, sua, seus, suas, nosso, nossa, nossos, nossas, vosso, vossa, vossos, vossas, seu, sua, seus, suas.

3. Demonstrativos

Por outro lado, os pronomes demonstrativos são os responsáveis por indicar o posicionamento. Logo, em outras palavras eles mostram o lugar de uma determinada pessoa no discurso em relação a uma das três pessoas gramaticais. 

Esses pronomes são: este, esta, estes, estas, isto, esse, essa, esses, essas, isso, aquele, aquela, aqueles, aquelas, aquilo. 

Há ainda, portanto, outras palavras que podem atuar em alguns momentos como pronomes demonstrativos, sendo elas: o, a, os, as, mesmo, mesma, mesmos, mesmas, próprio, própria, próprios, próprias, tal, tais, semelhante, semelhantes.

4. Interrogativos

Os pronomes interrogativos, outra classificação utilizada para dividir essa classe de palavras, são muito utilizados para interrogar. Isso nada mais é do que fazer perguntas, tanto de forma indireta quanto direta.

Esses pronomes são: que, quem, qual, quais, quanto, quanta, quantos, quantas.

5. Relativos

Ao contrário de todas as outras classificações já mencionadas até agora, os pronomes relativos são aqueles utilizados com o objetivo de retomar um substantivo – ou até mesmo um pronome – anterior a eles, substituindo-o logo no início da oração seguinte.

Esses pronomes são: que, quem, onde, o qual, a qual, os quais, as quais, cujo, cuja, cujos, cujas, quanto, quanta, quantos, quantas.

6. Indefinidos

Por sua vez, os pronomes indefinidos são aqueles empregados para se referir, de maneira indeterminada, a uma terceira pessoa gramatical.

Esses pronomes são: alguém, ninguém, outrem, tudo, nada, cada, algo, algum, algumas, nenhuns, nenhuma, todo, todos, outra, outras, muito, muita, pouco, poucos, certo, certa, vários, várias, tanto, tantos, quanta, quantas, qualquer, quaisquer, bastante, bastantes.

7. Adjetivos

Logo, quase finalizando todas as classificações, a principal função dos pronomes adjetivos é acompanhar e/ou modificar os substantivos, atribuindo particularidades e características como se fossem mesmo um adjetivo.

8. Substantivos

Por fim, mas não menos importante, os pronomes substantivos, como o próprio nome já diz, são empregados em uma oração com o intuito de substituir os substantivos.

Importância dos pronomes

Em contrapartida, para que você entenda ainda melhor esse assunto tão cobrado nas mais variadas provas, é preciso ter em mente que os pronomes possuem uma importância muito grande no momento da construção da coesão em um determinado texto. 

Afinal de contas, através deles é possível estabelecer uma relação semântica – de sentido – entre todos os elementos do discurso. Isso, é claro, desde que os pronomes sejam empregados da forma certa. 

Além disso, outra importância dessa classe gramatical é que ela permite que você faça referências ao substantivo, portanto, sem a necessidade de ficar repetindo ele a todo momento. 

Exercícios de vestibulares resolvidos

Quer conferir se você já conseguiu entender tudo sobre os pronomes? Então não deixe de resolver os exercícios que já apareceram em alguns vestibulares logo a seguir a fim de testar os seus conhecimentos e descobrir se já está preparado para enfrentar esse tema em suas próximas provas. 

1. (Cesgranrio) Marque a opção em que a forma pronominal utilizada está incorreta.

A) É difícil, para mim, praticar certos exercícios físicos

B) Ainda existem muitas coisas importantes para eu fazer

C) Os chinelos da aposentadoria não são para ti

D) Quando a fatura do cartão chegou, eu caí em si

E) Para tu não teres aborrecimentos, evita o excesso de velocidade

Resposta correta: alternativa D. 

Pronome de tratamento

2. (UFF) Numa das frases, está usado indevidamente um pronome de tratamento. Assinale-a:

A) Os Reitores das Universidades recebem o título de Vossa Magnificência

B) Senhor Deputado, peço a Vossa Excelência que conclua a sua oração

C) Sua Eminência, o Papa Paulo VI, assistiu à solenidade

D) Procurei a chefe da repartição, mas Sua Senhoria se recusou a ouvir minhas explicações

Resposta correta: alternativa C. 

3. (ETF-SP) Em ‘’O casal de índios levou-os à sua aldeia, que estava deserta, onde ofereceu frutas aos seus convidados’’. Temos:

A) Dois pronomes possessivos e dois pronomes pessoais

B) Um pronome pessoal, um pronome possessivo e dois pronomes relativos

C) Dois pronomes pessoais e dois pronomes relativos

D) Um pronome pessoal, um pronome possessivo, um pronome relativo e um pronome interrogativo

E) Dois pronomes possessivos e dois pronomes relativos

Resposta correta: alternativa B. 

O que achou das questões? Teve alguma dificuldade ou acabou marcando a opção errada em alguma delas?

Se for preciso, não deixe de ler novamente o conteúdo para realmente entender tudo o que você precisa sobre os pronomes, certo? Não se esqueça de que esse assunto é bastante cobrado nas provas e que, por isso, você precisa tê-lo na ponta da língua! 

O que você achou?

Escrito por Redator Especialista em Língua Portuguesa

Redator especialista em Língua Portuguesa.

Caso encontre um erro, violação de direitos autorais ou queira enviar um feedback/sugestão, utilize o e-mail: [email protected] para contato.

bomba de Hiroshima

Entendendo as razões da Segunda Guerra Mundial

Divisibilidade: entenda seus critérios