in

Relações entre literatura e arte: compreenda a contextualização

A literatura faz parte do movimento artístico e, portanto, essa disciplina e a arte se completam

relações entre literatura e arte

As relações entre literatura e arte, bem como outros saberes, estão sempre presentes nos vestibulares, principalmente no caderno de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias no Enem. Portanto, sempre aparecem questões sobre estes temas conectados de alguma maneira entre si.

Com base nisso, compreender a finalidade desses conteúdos é essencial para não vacilar na hora da prova. 

Nesse sentido, tenha em mente que o entendimento deve ir muito além das interpretações de textos e das regras da Língua Portuguesa ou das grandes obras literárias cobradas no vestibular. Portanto, é preciso contextualizar e compreender as relações que a literatura e a arte têm entre si. 

Por isso, quando você se deparar com um quadro no meio da prova de literatura, não se desespere, pois tudo tem relação. Afinal, arte é arte, e a literatura faz parte desse cenário como um segmento artístico. 

Logo, basta contextualizar e aplicar algumas ferramentas do saber para resolver a questão que, provavelmente, vai além da interpretação de texto e une a arte e a literatura em uma cena muito mais ampla, que abriga, até mesmo, atualidades.

Mas, então, qual é a relação desses saberes e como eles aparecem normalmente nas provas? Veja como é possível conectar as artes visuais com as obras literárias ao longo deste artigo!

Relações entre literatura e arte: veja 5 maneiras delas se apresentarem

Quando o assunto é relações entre literatura e arte, os vestibulares, apesar de cobrarem conteúdos específicos que estamos acostumados a ver na escola, também exigem um conhecimento mais amplo dos estudantes. Afinal, eles também devem compreender o que está acontecendo no mundo a fim de ir bem nas provas. 

Dessa forma, conectar diferentes conhecimentos e saber contextualizá-los de uma maneira ampla é imprescindível. 

Portanto, a boa notícia é que para isso você pode contar com alguns fatores que, ao serem analisados, são capazes de abrir seus olhos para relações que, até então, você sequer havia notado. 

Assim, quando você estiver fazendo a prova e se deparar com uma obra de arte no meio do caderno de Linguagens e Códigos, não haverá com o que se preocupar.

Veja alguns macetes que podem te ajudar a compreender as relações entre literatura e arte, bem como o modo que elas se apresentam nos principais vestibulares, como  o Enem. 

1. Verossimilhança

Logo de primeira, a palavra pode parecer confusa, contudo, o seu significado é fácil de entender e pode lhe ajudar no meio da prova. 

Verossimilhança, de forma resumida, diz respeito a algo que parece real em harmonia com os fatos e a realidade. Por exemplo, um quadro que lembra muito uma fotografia por conta dos seus traços realistas. 

Sendo assim, na literatura, em específico, o termo se refere a um contexto semelhante à realidade, que seja fiel à natureza do mundo real, mesmo que na ficção. 

Nesse sentido, analisar a verossimilhança pode contribuir para identificar escolas que, em suas características, tendem a seguir à risca a realidade ou, então, desconstruí-la. 

2. Formas e cores

Outro fator interessante são as formas e as cores das imagens relacionadas. Nesse caso, é interessante pontuar diferenças e representações distintas do comum.

Por exemplo, ao ver uma imagem do sol ilustrada com uma forma quadrada e azul, é possível questionar: o que isso quer dizer e qual a sua relação com o contexto?

3. Personagens

Ao se deparar com uma imagem, analise também os personagens que estão nela e qual o contexto que os envolve.

Assim, é possível relacionar obras com livros e escolas literárias que possuíam características semelhantes, como o Barroco e sua temática religiosa, por exemplo. 

4. Cenário

Da mesma forma como os personagens de uma obra são analisados, o cenário em que eles estão também deve ser estudado. Afinal, pode conter alguma dica que mostre as relações entre a literatura e a arte ou aos demais saberes. 

Para se ter uma ideia, ao fazer isso pode ser que você encontre uma intertextualidade entre as peças, literárias e visuais. Assim, isso o leva para um determinado contexto histórico capaz de ser a chave para responder a uma determinada questão. 

5. Contemporaneidade

Em contrapartida ao contexto histórico em que uma obra foi feita, colocá-la em nosso atual cenário também pode ser de grande ajuda. 

Desse modo, os vestibulares utilizam muito dessa jogada. Assim, resta analisar obras com um olhar atual, conectando o contexto do passado com o nosso presente. Isso, afinal, pode ser muito útil para a resolução da questão. 

Exercícios resolvidos sobre relações entre literatura e arte

Com essas dicas em mente, chegou a hora de testar os seus conhecimentos e colocar em prática a contextualização das relações entre a literatura e a arte. Quer saber se já está preparado para essas questões mais interpretativas? Pois, então, tente resolver os exercícios abaixo com bastante atenção:

1) (Enem-2018) 

TEXTO I

Também chamados impressões ou imagens fotogramáticas […], os fotogramas são, numa definição genérica, imagens realizadas sem a utilização da câmera fotográfica, por contato direto de um objeto ou material com uma superfície fotossensível exposta a uma fonte de luz. Essa técnica, que nasceu junto com a fotografia e serviu de modelo a muitas discussões sobre a ontologia da imagem fotográfica, foi profundamente transformada pelos artistas da vanguarda, nas primeiras décadas do século XX. Representou, mesmo ao lado das colagens, fotomontagens e outros procedimentos técnicos, a incorporação definitiva da fotografa à arte moderna e seu distanciamento da representação figurativa.

COLUCCI, M. B. Impressões fotogramáticas e vanguardas: as experiências de Man Ray. Studium, n. 2, 2000.

TEXTO II

Ray, Man. Rayografia. 1922. 23,9 x 29,9 cm, MOMA, Nova Iorque

No fotograma de Man Ray, o “distanciamento da representação figurativa” a que se refere o Texto I manifesta-se na:

a) ressignificação do jogo de luz e sombra, nos moldes surrealistas.
b) imposição do acaso sobre a técnica, como crítica à arte realista.
c) composição experimental, fragmentada e de contornos difusos.
d) abstração radical, voltada para a própria linguagem fotográfica.
e) imitação de formas humanas, com base em diferentes objetos.

Resolução: A raygrafia surgiu como um processo experimental, onde a composição era feita com elementos do universo fotográfico.

a) INCORRETA. Os jogos de “luz e sombra” fazem parte da linguagem fotográfica, mas não foram uma “inovação” ou ressignificação para os surrealistas.

b) INCORRETA. Não havia também uma crítica direta à arte realista. Além disso, as fotomontagens necessitavam do emprego de uma técnica artística para sua realização.

c) No caso das fotomontagens, não se utilizava a câmera fotográfica, mas sim o material sensível e o laboratório onde as fotos eram reveladas. Lá, eles fragmentavam as imagens, experimentando e criando trabalhos sem a preocupação com aspectos técnicos como a nitidez e o contorno.

d) INCORRETA. A ideia dessa rayografia também não era a de “abstração radical”, buscava-se um “distanciamento da representação figurativa”, como o próprio texto evidencia.

e) INCORRETA. Esse “distanciamento da representação figurativa” a que o texto se refere, está mais relacionado à representação fotográfica propriamente dita. No caso da fotomontagem de Man Ray, ele até sugere “formas humanas”, mas não como em uma fotografia tradicional.

Alternativa correta: C 

2) (Enem-2017)

TEXTO II

Paulo César Silva, mais conhecido como Speto, é um grafiteiro paulista envolvido com o skate e a música. O fortalecimento de sua arte ocorreu, em 1999, pela oportunidade de ver de perto as referências que trazia há tempos, ao passar por diversas cidades do Norte do Brasil em uma turnê com a banda O Rappa.
Revista Zupi, n. 19, 2010

O grafite do artista paulista Speto, exposto no Museu Afro Brasil, revela elementos da cultura brasileira reconhecidos:

a) na influência da expressão abstrata.
b) na representação de lendas nacionais.
c) na inspiração das composições musicais.
d) nos traços marcados pela xilogravura nordestina.
e) nos usos característicos de grafismos dos skates.

Resolução: A xilogravura é uma forma de expressão artística muito comum no Nordeste que surgiu aliada à literatura de cordel.

a) INCORRETA. O artista não usa a arte abstrata como inspiração, o que percebe-se através dos elementos figurativos de sua obra.
b) INCORRETA. Aqui não há a representação de lendas nacionais, mas de figuras comuns presentes no povo brasileiro, sobretudo nordestino.
c) INCORRETA. Não é possível perceber relação da música com a obra de Speto.
Para fazer xilogravura, é necessária a produção de uma matriz talhada em madeira que é depois “carimbada” em um papel. Características marcantes dessa forma de arte são as linhas grossas e o contraste. No caso da xilogravura nordestina há ainda a valorização de temas populares. Todos esses elementos estão presentes na obra de Speto, o artista citado.
e) INCORRETA. A cultura dos skatistas não evidencia-se no trabalho de Speto, apesar de seu envolvimento com o skate.

Alternativa correta: D 

Em suma, os vestibulares exigem dos estudantes uma série de conhecimentos que vão muito além das tradicionais matérias vistas na escola. Dessa forma, é preciso compreender relações de contextualidade e intertextualidade dentro das provas, conectando saberes diferentes em um só.

A literatura faz parte do movimento artístico e, portanto, essa disciplina e a arte se completam. Sendo assim, as relações entre literatura e arte encontradas dentro dos vestibulares é algo extremamente natural. 

Caso ainda não consiga muito bem entender essa intertextualidade e enxergá-la nas questões, não deixe de praticar ainda mais fazendo exercícios, certo? Afinal, isso é fundamental para aumentar os seus conhecimentos.

O que você achou?

Escrito por Amanda Araujo

Jornalista formada pela Unesp e especialista na produção de conteúdos para a web, principalmente com técnicas SEO. Atua como revisora e redatora de textos há pelo menos seis meses e escreve sobre os mais diferentes assuntos.

lei da gravitação universal

Lei da Gravitação Universal: saiba o que é e como ela funciona

primeira geração romântica

Primeira Geração Romântica: entenda suas características