in

Produção e Transformação dos Espaços Agrários

Produção e Transformação dos Espaços Agrários
Foto de um trator em uma colheita de uma plantação de café.

Que o sistema agrário e a divisão de terras sempre foram palco de grandes disputas no Brasil com certeza você já sabe. Afinal, desde que os portugueses pisaram em solo brasileiro, a propriedade de terras se tornou uma forma de poder e, consequentemente, teve grande influência na sociedade brasileira.

A primeira ocupação de terra no Brasil, após a divisão em capitanias hereditárias, foi por meio do plantation no século XVI, o qual se baseava na monocultura de cana de açúcar e em grandes latifúndios. Aconteceu no nordeste brasileiro.

Só a partir do século XVIII que a mineração, o cultivo de café e a cultura de outros vegetais passam a ter importância, de maneira comercial, no sistema agrário brasileiro. Já no século XIX, com o declínio da mineração, o café se torna o principal produto de exportação do país.

Você sabia que o café se manteve como a produção agrícola predominante no Brasil durante todo século XIX? Ele foi capaz de influenciar diretamente na vida política brasileira e enriquecer diversas famílias, principalmente no sudeste do país,região do vale do rio Paraíba, principal centro produtor do grão.

No entanto, no início do século XX a produção cafeeira no Brasil entrou em crise. A oferta do café brasileiro passou a ser maior do que a demanda dos países compradores, principalmente Europa e Estados Unidos, o que fez com que o preço do grão despencasse.

Com a crise econômica norte americana em 1929, conhecida como a “Grande Depressão”, a economia cafeeira foi ainda mais prejudicada. Isso fez com que houvesse queda nos preços e um grande estoque do produto, gerando uma estagnação na economia brasileira

Modernização no Espaço Rural

Com o declínio do cultivo de café, os governos brasileiros, a partir da década de 1930, passaram a investir na industrialização e modernização do país, principalmente Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek.

Com esse investimento estatal, as cidades passaram a se desenvolver mais rapidamente, atraindo assim mais pessoas, o que fez com que a população rural diminuísse e, com isso, alterando o sistema agrário brasileiro.

Tendo as indústrias emergentes como as fontes básicas de exportação do Brasil, o sistema agrário mudou novamente. Dessa para servir como base de matéria prima para esse modelo industrial.

É válido ressaltar que essa transformação afetou diretamente o sistema agrário, fazendo com que as propriedades de agricultura comercial se tornassem cada vez mais tecnológicas. Tudo isso em busca de uma maior produtividade.

Dicas enem

Para você vai prestar o Enem fique atento a essas duas leis que influenciaram o sistema agrário brasileiro:

Buscando regularizar a posse de terra, em 1850 foi criada a chamada Lei de Terras no Brasil, que determinava que só era possível reconhecer legalmente o dono de uma terra ou propriedade por meio da compra.

Essa medida buscava eliminar o usucapião, que significa a posse de terras pelo uso por determinado tempo, sem compra efetiva. Essa medida favoreceu a elite agrária brasileira da época, que ampliou as suas propriedades e aumentou assim a concentração de terras no Brasil.

Outro ponto importante na história do sistema agrário brasileiro é o chamado Estatuto da Terra. Esse Estatuto foi elaborado em 1964 pelo governo militar que havia se instaurado no Brasil no mesmo ano.

Essa medida foi uma tentativa de diminuir o ímpeto dos camponeses brasileiros que lutavam por uma melhor distribuição de terras. O Estatuto previa como ponto chave a execução da reforma agrária brasileira, mas não deixava claro o prazo para que isso acontecesse.

Enfim, o sistema agrário brasileiro se mostra muito depende das exportações . Além disso, com a passagem do tempo, teve que se modernizar a fim de buscar atender a demanda internacional e as suas variações.

O que você achou?

Escrito por Redator Especialista em Geografia

Redator especialista em Geografia no Guia do Ensino.

Caso encontre um erro, violação de direitos autorais ou queira enviar um feedback/sugestão, utilize o e-mail: [email protected] para contato.

Comentários

Deixe uma resposta

Carregando...

0

Evidências e Interpretando Transformações Químicas

Conjuntos Numéricos: Naturais, Inteiros, Racionais e Reais